MINUTO DA SAÚDE: Saiba quais são os sintomas da Chikungunya

Em 2016 foram registrados quase duzentos e sessenta e quatro mil casos de Chikungunya em todo o país e cerca de 160 pessoas morreram por causa da doença. O Ministério da Saúde admite que a Chikungunya é a grande preocupação da área de saúde para este verão, porque apenas uma parcela pequena da população teve a doença. Quem não teve, não está imune. Aqueles que foram infectados, contam que a dor é muito forte, a ponto de deixá-los incapacitados de exercerem suas atividades. O consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, Kleber Luz, conta quais são os sintomas da doença.

“A Chikungunya, destas doenças, é a que mais incapacita. Ela se caracteriza por uma febre alta, pode também ter manchas com coceira no corpo, os olhos podem ficar avermelhados, dor de cabeça, pode ter náuseas, vômito... mas o que marca a doença é a dor nas juntas. Então as articulações, tanto da coluna, como punho, joelho, tornozelo podem ficar muito inflamados, com inchaços e uma dor incapacitante. A pessoa perde a capacidade de caminhar, se for uma dona de casa, por exemplo, não consegue lavar a louça ou passar o ferro, engomar uma roupa; se for um mecânico, ele não consegue trocar um pneu; um encanador não consegue desenvolver as suas atividades; até mesmo um digitador não consegue digitar os seus textos por conta deste comprometimento articular. Então, o que caracteriza o Chikungunya é a febre, dor de cabeça, mal estar, dores no corpo, mas principalmente o comprometimento de várias juntas simultaneamente, então os dois punhos, os dois joelhos, os dois tornozelos estão afetados pelo vírus, esta é a grande característica. E o que tem chamado a atenção no Brasil é que, em pessoas da terceira idade, pode complicar e realmente matar a pessoa por Chikungunya.” - Kleber Luz, Consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia 


Quer saber mais? Acesse: saude.gov.br/combateaedes.